SRI LANKA SAI NA FRENTE EM DEFESA DOS ANIMAIS SELVAGENS

ANIMALS, INTERNATIONAL NEWS
O Congresso dos países membros da CITES (Convenção do Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Silvestres Ameaçadas de Extinção) acontecerá em junho no Sri Lanka, a primeira vez no Sul Africano e a segunda em um país insular.

O congresso discutirá tópicos importantes, incluindo fiscalização, capacitação e rastreabilidade, bem como a conservação e o comércio de elefantes, rinocerontes, grandes felinos, esturjões e ágar-ágar.

Antes de sediar o evento o ministro de turismo e fauna do Sri Lanka reafirmou a proteção da vida selvagem e o fim do comércio ilegal de espécies ameaçadas.

Fonte: Reprodução Internet
Fonte: Reprodução Internet

John Amaratunga, ministro de Turismo, diz que a determinação do Sri Lanka em relação à erradicação do comércio ilegal de espécies ameaçadas está bem documentada e permanecem firmemente comprometidos com a proteção de todas as espécies.

E ainda comenta que o país está orgulhoso por receber 18º Conferência dos Partidos da CITES em maio e junho.

A ilha tem cerca de 65.000 km², e se situa entre as latitudes 6 e 10 graus Norte e as longitudes 80 e 82 graus Leste. Seu comprimento máximo é de 432 km e sua largura é de 224 km. Fica a 880 km ao Norte da linha do Equador.

Tendo ainda como uma das principais atividades econômicas a agricultura sendo o chá de Ceilão o seu principal produto de exportação.

Foto: Tom Parker
Foto: Tom Parker

A conferência CITES CoP em Colombo, capital do país, vai levar mais de 3.500 delegados internacionais, disse a Autoridade de Desenvolvimento do Turismo de Sri Lanka (SLTDA).

A CITES regula o comércio internacional de mais de 36.000 espécies de plantas e animais, incluindo seus produtos e derivados, com a intenção de garantir sua sobrevivência na natureza assim como os benefícios para a subsistência da população local e do meio ambiente global.

O sistema de licenças da CITES procura assegurar que o comércio internacional de espécies listadas seja sustentável, legal e rastreável.

O Sri Lanka também mostrará sucessos na conservação de plantas e animais selvagens locais, disse a SLTDA. Vale ressaltar que o Sri lanka é considerado um dos mais belos tesouros da Ásia e a UNESCO já certificou oito declarações de Patrimônio Mundial no país.